PMCE encerra duas festas com aglomerações em Caucaia.

 

A Polícia Militar do Ceará (PMCE) encerrou, na noite deste domingo, 28, duas festas com aglomeração de pessoas no município de Caucaia-CE. Ao total, 20 pessoas foram qualificadas em Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo descumprimento das medidas de isolamento social rígido disposto em Decreto Estadual. Cerca de 50 pessoas participavam de uma festa de aniversário e outras 19 participavam de uma outra, ambas encerradas pela PMCE.

Era por volta das 18h30, quando uma equipe do 12º Batalhão Policial Militar, em policiamento de rotina na cidade de Caucaia, recebeu denúncia anônima informando que na rua Morélia, 1111, do bairro Parque Potira, estava ocorrendo uma festa com aglomeração de pessoas. Os policiais militares, junto com a equipe da Guarda Municipal de Caucaia, foram até o local averiguar a procedência da denúncia, que foi confirmada ao se verificar que no local ocorria uma festa de aniversário com cerca de 50 participantes e com presença de banda de música. Um homem de 27 anos, responsável pelo local, foi levado para a Delegacia de Caucaia onde foi qualificado através de TCO. O responsável pela banda também foi levado na qualidade de testemunha.

Já às 20h40, equipes do Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRAIO) e do Comando de Policiamento de Choque (CPChoque) foram acionadas para denúncia de festa na rua 174, Alto da Soleira, no distrito de Mirambé, Caucaia. Chegando ao local, os policiais militares se depararam com 19 participantes da festa. Todos foram conduzidos à Delegacia de Caucaia e qualificados em TCO pelo descumprimento de Decreto Estadual que dispõe isolamento social rígido em todo o Ceará.

A PMCE reforça o apelo do Secretário de Saúde do Estado, Dr. Cabeto, que esclarece: “O isolamento social é muito duro, mas tem três finalidades: diminuir a circulação viral, e que nesse momento é a mais alta já registrada; evitar as mutações do vírus, que podem diminuir a eficiência das vacinas; não esgotar o sistema de saúde. Portanto, vamos apoiar nesse difícil momento nossas decisões, nós temos sido um exemplo ao Brasil, em planejamento e no atendimento de profissionais, por isso tomamos as decisões mais duras para salvar vidas”.

A Instituição se manterá firme na luta para garantir o cumprimento das medidas adotadas pelo Estado para salvar vidas. Reforçamos que as fiscalizações contra a disseminação do vírus estão acontecendo diuturnamente em todo o Ceará e a população pode contribuir não só cumprindo os protocolos de saúde previstos no decreto estadual como denunciando desrespeitos às medidas por meio de ligação ao 190.

Fonte-Assessoria de Comunicação da PMCE – pm.ce