Miraima: Empresa responsável pela limpeza urbana do município não assina carteira de garis.

Um desrespeito a classe trabalhadora e aos direitos trabalhistas assegurado pela CLT.

Na cidade de Miarima A construtora Smart Eireli – ME, responsável pela limpeza pública, estabelecida contratualmente pela gestão pública através do contrato número: 20170202, não cumpre cláusulas fundamentais no processo de contratação trabalhistas exatamente por não assinar as carteiras de trabalho dos colaboradores que trabalham diariamente na limpeza urbana.

Vale a reflexão:

Se nem a carteira é assinada imagine outros direitos específicos de trabalhadores que se enquadram em atividades consideradas de risco por lida com lixo, produtos químicos descartados, material hospitalar, dejetos físico e etc.

A gestão, que tem a frente o Prefeito Ednardo Filho, parece fazer vistas grossas com a situação que se prolonga sem uma ação objetiva para resolução desta injustiça.

O contrato da Prefeitura com a referida empresa é de R$ 700 mil reais, ou seja, não falta dinheiro para cumprir a legislação trabalhista na integra, quem perde com isso é o colaborador que não tem seus direitos respeitados.

Com a palavra o Ministério Público que já recebeu a denuncia.

Da redação