Mais 200 leitos para Covid-19 serão disponibilizados pelo Estado; Fortaleza já aumentou 608 leitos este ano

Veja como estão distribuídos os novos leitos para Covid-19 na rede municipal e estadual.

Felipe Martins - Ascom HGF

A capital já conta com 608 novos leitos na expansão iniciada este ano, entre unidades municipais e hospitais contratualizados. A ampliação de vagas exclusivas para a Covid-19 nas unidades de saúde acontece de forma gradativa no município, com o esforço para garantir leitos de observação e de enfermaria, Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e de cuidados respiratórios de alta complexidade, sendo 111 leitos para casos mais graves.

Entenda a distribuição dos 608 novos leitos para Covid-19 em Fortaleza:

  • Instituto Dr. José Frota: 60 leitos de UTI;
  • Hospital Distrital Edmilson Barros de Oliveira (Frotinha Messejana) – 63 leitos, sendo 50 de enfermaria e 13 de cuidados respiratórios de alta complexidade;
  • Hospital e Maternidade Dra. Zilda Arns Neumann (Hospital da Mulher) – 108 leitos, sendo 88 de enfermaria, 14 de UTI e 6 leitos de média complexidade;
  • Hospital Universitário Walter Cantídio – 56 leitos, sendo 42 de enfermaria e 14 leitos de UTI;
  • Hospital Fernandes Távora – 91 leitos, sendo 81 de enfermaria e 10 de UTI;
  • Sociedade de Assistência e Proteção à Infância de Fortaleza (Sopai): 60 vagas de enfermaria.

Saiba onde ser atendido quando estiver com:

Sintomas leves: 116 postos de saúde para atendimento de emergência, onde o paciente pode se dirigir diretamente às unidades. Estão equipados com oxímetro para auxiliar no diagnóstico precoce de comprometimento pulmonar do paciente, assim como suporte laboratorial e farmacêutico cumprindo o protocolo vigente.

Sintomas de média complexidade: 12 UPAs na Capital. Dessas, seis são geridas pelo município de Fortaleza, ofertando, somente nos anexos para tratamento da Covid-19, 170 vagas de observação. Atendimento de emergência, onde o paciente pode se dirigir diretamente às unidades.

Sintomas de alta complexidade: Atendimento regulado e encaminhado pela Central de Regulação de Leitos do Município, não sendo possível os pacientes se dirigirem diretamente às unidades. Os leitos são distribuídos da seguinte forma:

Ampliação de leitos do Estado

Nos próximos dias serão ofertados 200 novos leitos pelo Governo do Ceará em cinco novas unidades de campanha em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Fortaleza (Messejana e Praia do Futuro) e nos hospitais regionais de Juazeiro do Norte, Sobral e Quixeramobim. Foi lançado na última quarta-feira (3) o edital de chamamento público para construção dos novos hospitais de campanha.

Segundo a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), os hospitais de campanha permaneceram montados durante a fase de diminuição de internações, que aconteceu no segundo semestre de 2020, para atender outras demandas de saúde. Com o novo agravamento da pandemia, o Estado reativou as estruturas para o atendimento exclusivo de pacientes com Covid, totalizando 169 leitos ativos.

Leitos das unidades que permanecem ativas estão disponibilizados da seguinte forma:

  • Hospital de Campanha no Hospital Geral de Fortaleza (HGF) – 39 leitos;
  • Hospital de Campanha no Hospital Regional Norte (HRN) – 32 leitos;
  • Hospital de Campanha no Hospital São José (HSJ) – 20 leitos;
  • Hospital de Campanha no Hospital Regional do Sertão Central (HRSC) – 40 leitos;
  • Hospital de Campanha no Hospital de Messejana (HM) – 38 leitos.

Fonte: Prefeitura de Fortaleza e Governo do Ceará