Faec pede atenção para segurança aos produtores rurais

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec), Flávio Saboya, entregou, na semana passada, algumas reivindicações do setor produtivo com relação às medidas de segurança ao produtor rural ao secretário de segurança pública do Estado, André Costa, e ao comandante da Polícia Militar (PM). Saboya participou da reunião que o governador promoveu com os três poderes, setor produtivo e alguns segmentos da sociedade.

Segundo o dirigente, no setor rural a problemática da seguranca é diferente e precisa ser tratada de forma especial, dada a sua complexidade. Flávio aponta que tem ocorrido, nos últimos anos, muitos assaltos na zona rural – como roubo de animais, de veículos e implementos agrícolas –, em várias propriedades rurais e até casos de morte. “Nós vimos solicitando várias providências as autoridades policiais e uma delas é a designação de um interlocutor da PM com a nossa Federação, no sentido de tomar algumas medidas no momento em que for detectado o problema”, destacou o presidente da Faec

Como exemplo, Saboya apontou, também, “gangues bem estruturadas, que roubam animais dentro das propriedades e vendem, no mesmo dia, nas feiras da mesma cidade ou cidade vizinha, deixando o produtor mais amedrontado ainda com a audácia dos bandidos”. “Os produtores temem serem perseguidos ou mortos caso denunciem., pois na maioria das vezes conhecem os infratores”, assevera Flávio Saboya.

Observatório
O presidente lembrou, ainda, que a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) lançou, no ano passado, o Observatório da Criminalidade no Campo a nível nacional e criou até um canal para denúncias, que podem ser realizadas através do telefone (61) 2109-1419. Além disso, o produtor deve preencher um formulário – do tipo Boletim de Ocorrência (BO) –, através do site cnabrasil.org.br/formulários, que deve ser encaminhado aos órgãos competentes. “O objetivo da CNA é oferecer informações para que seja criado um programa específico de prevenção de violência no campo, pelo Governo Federal, em cooperação com os governos estaduais”, disse Saboya.

Saboya informou que há necessidade de uma patrulha rural com atuação nas principais regiões produtoras do Estado. Ele agradeceu ao chefe da Casa Civil, Elcio Batista, e ao assessor especial, Nelson Martins, que sempre deram especial atenção às demandas da Federação da Agricultura e Pecuária. “Já convidamos o secretário da Segurança para debater com os produtores essa problemática no Pacto de Cooperação da Agropecuária Cearense (Agropacto), uma reunião quinzenal que reúne o setor produtivo e órgãos públicos ligados à agropecuária, para debater os problemas do setor”, finalizou o dirigente.

OE

No Responses

  1. Pingback: data sidney 20/05/2020
  2. Pingback: british dragon lab results 02/06/2020
  3. Pingback: guaranteed ppc reviews 24/06/2020
  4. Pingback: rolex just date women's 28 fake 21/07/2020
  5. Pingback: دردشة صوتية 27/07/2020
  6. Pingback: Dylan Sellers 15/08/2020
  7. Pingback: Legal CBD Oil 23/08/2020
  8. Pingback: here 27/08/2020
  9. Pingback: nu golf thu xinh dep 07/09/2020
  10. Pingback: eatverts.com 21/09/2020
  11. Pingback: Mail order Marijuana online 23/09/2020
  12. Pingback: best lolita wigs 25/09/2020
  13. Pingback: bitcoin evolution 30/09/2020
  14. Pingback: mơ thấy ba ba 07/10/2020
  15. Pingback: cannabis for sale online 21/11/2020
  16. Pingback: 메이저놀이터 24/12/2020
  17. Pingback: qq slot online 12/02/2021
  18. Pingback: West Palm Beach Tow 14/02/2021
  19. Pingback: plumbing company Glen Raven 15/02/2021
  20. Pingback: fresh dumps online 22/03/2021
  21. Pingback: קמגרה מקורית 02/06/2021
  22. Pingback: como hackear whatsapp 25/07/2021