Facções criminosas expulsão moradores de conjuntos residencias

São dezenas de famílias que acabaram expulsas das casas e apartamentos em Fortaleza

O sonho da casa própria para muitos cearenses foi concretizado com o programa federal “Minha Casa, Minha Vida”, mas logo se transformou em pesadelo. São dezenas de famílias que acabaram expulsas das casas e apartamentos em Fortaleza. Criminosos pertencentes às facções deram ultimato para que os imóveis fossem esvaziados. E assim foi feito. Agora, a Justiça decidiu expedir mandados de reintegração de posse, ordenando à Caixa Econômica Federal e à Polícia Federal, que dêem cumprimento à ordem judicial. Também ordenou que os invasores sejam retirados imediatamente e que os verdadeiros proprietários reocupem seus lares. A pergunta é: quem vai se atrever a voltar para o lugar de onde foi enxotado por traficantes e assassinos?

TERROR NOS BAIRROS

Na decisão judicial, o juiz de Direito manda a Secretaria da Segurança Pública do Ceará e a Polícia Federal mobilizarem o contingente que for necessário para o cumprimento de sua ordem. Só “esqueceu” de determinar que a Polícia garanta a segurança daqueles que, em tese, voltarão para seus apartamentos e casas. E se isto acontecer, até quando essa proteção estatal vai durar? Nos bairros mais atingidos pela guerra das facções foi necessário que a PM ocupasse as comunidades 24 horas por dia. Ainda assim, os crimes de morte persistem, embora, em menor escala. No Jangurussu, no Bom Jardim, no Vicente Pinzón e em tantos outros bairros da Capital cearense o clima de terror imposto pelos delinqüentes é uma triste e ameaçadora realidade. E o sonho daqueles que foram beneficiados com os imóveis financiados pelo governo foi destruído, literalmente.

DRONE NO OITÃO PRETO

Traficantes de drogas ousam, cada vez mais, em Fortaleza. Na comunidade (favela) do Oitão Preto, no bairro Moura Brasil, em plena região central da cidade, os bandidos decidiram inovar. Estão usando um drone para vigiar a chegada da Polícia. Também contam com câmeras instaladas nas fachadas das casas que servem de ponto de venda de drogas. Além disso, há túneis por onde os bandidos fogem no caso de uma invasão de inimigos ou de policiais. Com tantas opções para escapar das autoridades, os traficantes mantêm suas atividades a pleno vapor. O Oitão Preto se tornou um dos principais focos do tráfico na Capital, mesmo estando localizado praticamente no Centro comercial da cidade e pertinho de vários equipamentos importantes para a história, a religião e a economia de Fortaleza, como o Mercado Central, o Quartel da 10ª Região Militar (Forte de Nossa Senhora da Assunção), Passeio Público e a Catedral Metropolitana.

Fonte: Notícias ao Minuto.

No Responses

  1. Pingback: NSFW 16/06/2020
  2. Pingback: 카지노사이트 30/06/2020
  3. Pingback: Optics for Sale 24/08/2020
  4. Pingback: Los Angeles 24/08/2020
  5. Pingback: try this 28/08/2020
  6. Pingback: immediate edge review 22/09/2020
  7. Pingback: Making Money Online 23/09/2020
  8. Pingback: Digital transformation journey 27/11/2020
  9. Pingback: 메이저놀이터 14/12/2020
  10. Pingback: replica Cartier For Sale 17/12/2020
  11. Pingback: 밤토끼시즌2 14/03/2021
  12. Pingback: microsoft exchange kiralık sunucu 28/06/2021
  13. Pingback: real estate agent 26/07/2021