Eleições 2018: o que pode e o que não pode na propaganda de rua

O não cumprimento das novas regras pode incidir na cassação do registro da candidatura

O pleito eleitoral de 2018 se aproxima. E com ele, aumentam as fiscalizações para coibir os já conhecidos abusos e também fiscalizar as novas regras estabelecida para este ano. Será proibido carro de som, mine-trio, ou bicicletas com som acoplados nas ruas, sendo permitindo apenas em carreatas, passeatas e comícios.

Já em carros privados, o condutor pode ouvir os jingles e propagandas dentro do seu carro, mas jamais abrir a mala do som e torná-la pública, pois estará fazendo propaganda eleitoral ilegal, podendo ser apreendido.

Qualquer comício, carreatas e passeatas terão que ser previamente solicitados à Justiça Eleitoral, que será disciplinado através de uma portaria aos partidos políticos.

Outra proibição são as bandeiras fixas em ruas, praças, casas e calçadas, como cavaletes e bandeiras fixadas em baldes com areia, sendo permitido apenas a propaganda volante, ou seja, bandeiras carregadas por pessoas em carros, desde que isso não atrapalhe o trânsito.

Porém, a lei permite que seja montada uma banca em uma calçada e você distribua panfletos e santinhos, desde que esteja que constatado a quantidade que mandou confeccionar, a empresa com o CNPJ que confeccionou o material, bem como o CNPJ de quem pagou, a coligação ou o candidato.

Já os carros só podem ser adesivados com até 50 cm², jamais envelopados, e no vidro traseiro tem que ser o adesivo microperfurado, para se ter a visão do trânsito.

Também está proibida a adesivagem em praças, órgãos públicos, comércios, postes, estádios de futebol, teatros, entre outros, bem como a pintura de muros.

É vetado ainda a distribuição de camisetas, bonés, chaveiros, canetas,  entre outros, com o nome e foto dos candidatos, além de cestas básicas e qualquer outro brinde por parte dos candidatos aos eleitores. A propaganda de rua começa oficialmente no dia 16, quando a Justiça Eleitoral homologar todos os candidatos, e que não é permitido o pedido explícito de voto, podendo apenas fazer menção à candidatura.

– Nos diretórios, onde vai ocorrer um evento em um ambiente fechado, na frente pode ter uma propaganda chamativa. Mas, na rua não pode, a lei proíbe.

Para a Justiça eleitoral  o maior desafio vai ser a fiscalização na internet, principalmente nas redes sociais.

Fonte: http://gazetadajurema.com.br

No Responses

  1. Pingback: 안전카지노 23/06/2020
  2. Pingback: 카지노사이트 01/07/2020
  3. Pingback: knockoff panerai pam 220 24/07/2020
  4. Pingback: Minnesota.perfecthealth101.net 28/07/2020
  5. Pingback: cheap wigs stores near me 20/08/2020
  6. Pingback: fun88.viet 01/09/2020
  7. Pingback: huong dan dang ky 12bet 03/09/2020
  8. Pingback: Vape juice 30/10/2020
  9. Pingback: cum se curata 30/10/2020
  10. Pingback: energy drink distributors uk 22/12/2020
  11. Pingback: black square heels replica 30/12/2020
  12. Pingback: lace front wigs 19/01/2021
  13. Pingback: Epson EB-S12 manuals 21/01/2021
  14. Pingback: buy dumps with pin 06/02/2021
  15. Pingback: Energy Paragon Channahon IL 15/02/2021
  16. Pingback: ccv shop online 06/03/2021
  17. Pingback: 포커에이스 06/04/2021
  18. Pingback: omega replica 14/04/2021
  19. Pingback: 바카라사이트 23/06/2021
  20. Pingback: exchange hosting fiyat 26/06/2021
  21. Pingback: it danışmanlığı 03/07/2021