Cearense é cotado para ministro da Economia; Veja se é possível e os desafios da Pasta

A crise econômica, inflada pela alta da inflação e denúncias contra Paulo Guedes, são a combinação explosiva que o mundo político queria para reforçar a ofensiva para a saída do ministro da Economia.

Um dos primeiros nomes lembrado nos corredores do Poder em Brasília é o de um cearense. Trata-se de Mansueto Almeida, economista-chefe do banco BTG Pactual.

Mansueto deixou a Secretaria do Tesouro, um dos principais cargos da equipe econômica nacional, em julho de 2020.

DN