Alvo de ação por improbidade administrativa, Kassab nega irregularidades

São Paulo, 18 – A defesa do ex-prefeito de São Paulo e atual ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab (PSD), se manifestou sobre decisão do juiz José Gomes Jardim Neto, da 9ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, que homologou o termo de autocomposição entre Ministério Público (MP) de São Paulo, o município de São Paulo e a Odebrecht. O documento tira a empreiteira do polo passivo de ação que investiga o ex-prefeito Gilberto Kassab por improbidade administrativa.

Os atos teriam sido cometidos, segundo a investigação, “entre os anos de 2004 e 2012 pelo ex-prefeito de São Paulo (Gilberto Kassab), em que teria recebido mais de R$ 20 milhões em vantagens indevidas”. A ação “sustenta não haver evidências de prejuízo direto ao Erário, mas configuração dos incisos I e VII do art. 9º da Lei 8.429/1992”.

Segundo a defesa de Kassab, “o ministro entende que, na vida pública, as pessoas estão corretamente sujeitas à especial atenção do Judiciário e ressalta sua tranquilidade e confiança na Justiça e no Ministério Público”. “Como sempre, ao longo de sua vida pública, está à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos que se façam necessários e destaca que todos os seus atos seguiram a legislação e foram pautados pelo interesse público”, diz a nota.

(Fausto Macedo e Julia Affonso).

Fonte: www.em.com.br

No Responses

  1. Pingback: Medium Mireille 03/06/2020
  2. Pingback: thu ki nong bong 06/09/2020
  3. Pingback: cheltenham chauffeur service 17/09/2020
  4. Pingback: Earn Fast Cash Now 03/11/2020
  5. Pingback: devsecops 21/12/2020
  6. Pingback: 메이저놀이터 25/12/2020
  7. Pingback: fake rolex 14/01/2021
  8. Pingback: Driveway Repair Duluth 13/03/2021
  9. Pingback: richard mille 22/04/2021
  10. Pingback: china dumps with pin 15/07/2021
  11. Pingback: their website 17/09/2021