Transporte Intermunicipal retorna com 20% da frota nesta sexta-feira

Com 20% da frota, o Transporte Intermunicipal de Passageiros voltou a funcionar nesta sexta-feira (10) em todo o Estado. A decisão foi estabelecida pelo Decreto 33.645, de 04 de julho de 2020, do Governo do Estado. Considerado um dos principais vetores da disseminação do Novo Coronavírus no interior do Estado, o serviço havia sido suspenso desde o dia 23 de março. O retorno porém está cercado de um protocolo rígido, cuja a fiscalização de seu cumprimento cabe a Agencia Reguladora do Estado do Ceará (ARCE).

O protocolo prevê a  medição da temperatura dos passageiros antes do embarque, proibindo a viagem de quem estiver com temperatura igual ou superior 37,8°C; o uso obrigatório de máscaras de proteção, industrial ou caseira, pelos passageiros e tribulação a bordo durante percurso integral da viagem; a limpeza e desinfecção obrigatórias dos veículos antes e ao término de cada viagem; a priorização da venda de passagens pela internet ou meios digitais; a vedação ao transporte de passageiros em pé no veículo, durante todo o trajeto da viagem; e a  adoção obrigatória de medidas que preservem o distanciamento mínimo nos terminais de embarque e desembarque, a exemplo da demarcação da distância de 2 (dois) metros nesses locais.

A Socicam, responsável pela gestão do Terminal Rodoviário Engenheiro João Thomé, que recebe veículos de 16 empresas de transporte intermunicipal, diz que tem feito o alinhamento dos cuidados no terminal, de acordo com as orientações oficiais da Organização Mundial da Saúde – OMS e Ministério da Saúde, com o intuito de conter a propagação do Coronavírus entre colaboradores, clientes e parceiros, além de assegurar a manutenção de todas as operações.

Para promover uma ação coordenada, a empresa afirma que que elaborou um Guia de orientações sobre o COVID-19 centrado em dois pilares: a informação e a prevenção. “A disseminação de informação sobre o Coronavírus e as orientações sobre higienização pessoal e etiqueta respiratória estão sendo realizadas através de um vídeo veiculado em todos os sistemas de telas das operações para os passageiros e cartazes com as medidas de prevenção focado nos colaboradores afixados nas áreas internas. Além disso, o aviso sonoro do Ministério da Saúde sobre o vírus está sendo veiculado nos sistemas de som dos terminais urbanos e rodoviários, portuários e aeroportos” detalha em seu site.

Ressalta ainda que adotou medidas de intensificação da higienização das superfícies e pontos de contato frequente com álcool 70% dos terminais (corrimão, catraca, balcão etc), instalou dispensers de álcool gel nas áreas de circulação dos terminais, aumentou a rotina de limpeza de sanitários, vestiários, salas de reunião e equipou todos os locais administrativos com álcool gel e orientou os colaboradores que realizam a limpeza e têm contato direto com as  superfícies potencialmente contaminadas a usarem máscaras de proteção respiratória e luvas descartáveis. Outra medida é a possibilidade do usuário comprar o bilhete da viagem pelo próprio site da empresa www.rodoviariafortaleza.com.

Com relação aos veículos, as medidas sanitárias no interior destes, segundo a empresa, cabem a cada uma das empresas, que adotaram protocolos individuais, conforme as regras de reabertura. Nesta sexta-feira a frequência no Terminal João Thomé, principal da Capital, foi pequeno. A avaliação da Socicam é que o retorno será gradual, devido também o número reduzido da frota. No período de março a maio, o número de passageiros com embarque na Rodoviária de Fortaleza chegou a cair 70%, de acordo com a administradora.

Conforme a Agência Reguladora do Ceará (Arce), responsável por fiscalizar o sistema de transporte intermunicipal de passageiros, as vistorias serão intensificadas, tanto nos embarques como no decorrer do trajeto. Em caso de descumprimento, as empresas de ônibus e terminais rodoviários poderão pagar multa e, e até mesmo serem proibidos de funcionar.

Metrô

Estação de metrô durante isolamento social
Foto: Érika Fonseca

A Linha Sul do Metrô de Fortaleza passou a operar nesta sexta-feira (10) de 5h35 às 20h56, como parte da operação especial durante a fase de reabertura responsável das atividades econômicas. O aumento na oferta de viagens é de 41%, considerando a ampliação de 82 para 116 viagens diárias. Com o novo horário, deixa de existir a pausa operacional no período da tarde. A ampliação de horário é fruto do aumento natural de demanda e da disponibilidade gradual de pessoal interno, face a Covid-19.

As linhas de Metrô e VLT em Fortaleza voltaram a operar no dia 1º de junho, conforme previsão do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais, do Governo do Ceará. A linha Oeste segue no horário de 5h20 às 10h15 e 15h50 às 20h e o VLT Parangaba-Mucuripe continua funcionando de 5h50 às 10h10 e 16h10 às 20h10. Somente a Linha Sul tiveram os horários ampliados. Os VLTs de Cariri e de Sobral continuam suspensos, atendendo aos decretos estaduais.

CMFOR

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by