Servidores e colaboradores da Pefoce iniciam campanha de doação de sangue para o Hemoce

Embora o mês de visibilidade nacional para a importância da doação de órgãos e tecidos, o “Setembro Verde”, tenha encerrado, a atitude de se tornar doador deve permanecer para além do mês de setembro. E com o objetivo de ampliar esse gesto de amor e de responsabilidade social, a  Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) realiza a campanha “Sangue Bom”, com seus servidores e colaboradores para a doação de sangue para o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce).

Em meio à pandemia ocasionada pela Covid-19, os índices de doações de sangue para os hemocentros tiveram baixa, razão pela qual os servidores e colaboradores da Pefoce se sensibilizaram pela causa e se engajaram para ajudar no abastecimento de bolsas de sangue para o Hemoce. Tanto em Fortaleza, onde está situada a sede da Pefoce, como nos Núcleos de Perícia Forense espalhados no interior do Estado, servidores e colaboradores da Pefoce agendam o atendimento no Hemoce e realizam a doação.

De acordo com Verbena Matos, perita geral adjunta e doadora cadastrada no Hemoce há quatro anos, a ideia de mobilizar os servidores, colaboradores e familiares destas pessoas ocorre em um momento muito crucial devido à pandemia e, mais do que nunca, a solidariedade e o compromisso social devem se sobrepor.  “A Pefoce e seus servidores acredita que devemos manter o espírito aberto para sermos doadores em qualquer época do ano, pois um simples gesto pode salvar uma vida”, conclui.

A doação também favorece à saúde do doador, conforme Verbena Matos, que é médica perita legista. “O doador também se beneficia, pois diminui o risco de acidentes cardiovasculares e de câncer de fígado, pulmão e garganta, devido à diminuição de ferro no sangue”.

Doações

A coordenadora de Captação de Doadores do Hemoce, Nágela Lima, agradeceu o gesto dos servidores da Pefoce e ressaltou a importância do gesto. “O Hemoce relembra a importância da doação de sangue nesse momento de pandemia, pois a solidariedade não pode ‘entrar em quarentena’, e as doações não podem parar. Esperamos que o ato de doar se repita e seja um incentivo para outras instituições, para promover esse gesto tão importante que salva vidas”, disse.

Já ocorreram algumas doações oriundas de servidores e colaboradores da Pefoce de Fortaleza e do Núcleo de Perícia Forense da Região Norte, sediado em Sobral. No Interior, os servidores foram sensibilizados através de campanha promovida na intranet, que foi difundida em todos os núcleos da Pefoce.

Garófalo Júnior, supervisor do Núcleo de Perícia Forense da Região Norte, e doador cinco estrelas do Hemoce, com 22 doações, é um dos maiores entusiastas da causa e incentivador das doações realizadas na cidade de Sobral. “Já realizei 22 doações de sangue ao longo da minha vida, e sigo incentivando todos aqui da Pefoce Sobral para fazer esse gesto que só traz o bem a todos”, conta.

Você sabia?

O sangue é considerado um tipo de tecido conjuntivo pelo fato de ter uma grande quantidade de substância (matriz) intercelular, que neste caso é líquida e é chamada plasma. Os constituintes celulares ou elementos figurados do sangue – glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e plaquetas – estão suspensos no plasma.

Agendamento

Devido às medidas sanitárias e de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus, as doações de sangue para o Hemoce ocorrem por meio de agendamentos diretamente no site do Hemoce [https://doador.hemoce.ce.gov.br/]. Pode ser feito o agendamento também pelo telefone (85) 3101-2305, e no WhatsApp (85) 3101-2296.

ascom

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by