Sarto destaca papel da Assembleia de interlocução entre militares e Executivo

Presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado José Sarto

Presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado José SartoFoto: Edson Júnior PioO presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado José Sarto (PDT), informou em coletiva na manhã desta terça-feira (18/02), que a Casa tem realizado a interlocução entre as categorias de militares e o Governo do Estado quanto à reestruturação salarial dos profissionais, desde o início das negociações.

De acordo com o parlamentar, com a instalação das comissões técnicas da AL, o projeto 02/20 deverá passando pela comissão de Constituição, Justiça e Redação; de Trabalho, Administração e Serviço Público; de Seguridade Social e Saúde; e de Orçamento, Finanças e Tributação, “seguindo o trâmite imposto pela legislação”.

José Sarto lembrou que a mensagem governamental que trata da demanda dos militares foi elaborada com a participação daqueles “que foram entendidos como representantes da categoria, no caso, as associações, além de parlamentares de base e oposição ao Governo do Estado, secretários de Estado, vereadores, deputados federais, e do governador Camilo Santana”.

“Eu não entendi o recuo da categoria quanto à proposta que, naquele momento, foi acordada em consonância por todos os presentes, inclusive pelos representantes da categoria. No momento seguinte, aqueles representantes já não representam mais. Onde vamos chegar assim? Imagine se fosse o governador a voltar atrás em relação ao acordo”, questionou.

O presidente da AL considerou que as discussões sobre a reestruturação salarial dos militares acontecem desde dezembro, e que em um acordo, “nenhuma das partes tem a verdade absoluta”. “É natural que todos queiram melhorias, mas o Governo foi transparente e apresentou os valores que dispõe, e expandiu a proposta inicial para quase meio bilhão de reais”, disse.

O próximo passo, conforme o presidente, é a mensagem seguir a tramitação e a AL deliberar em plenário, a menos que seja solicitado um pedido de urgência.
PE/AT/LF

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by