PF faz operação de combate à lavagem milionária de dinheiro do PCC no Ceará

A Polícia Federal  deflagrou, na manhã desta quarta-feira (25) a “Operação Node”, com o objetivo de apurar crime de lavagem de capitais oriundos do tráfico de drogas no Estado do Ceará, através da facção criminosa PCC.

Estão sendo cumpridos 12 mandados de busca e apreensão no Ceará, São Paulo e Minas Gerais. As ordens judiciais foram expedidas pela Justiça Federal, após representação em inquérito policial.

A investigação é referente à organização criminosa paulista Primeiro Comando da Capital (PCC) no Ceará, que esteve sob comando dos traficantes paulistas Rogério Jeremias de Simone, o  “Gegê do Mangue”; e Fabiano Alves de Souza, o “Paca”, assassinados no dia 15 de fevereiro de 2018, no Município de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

A partir dos homicídios, a investigação policial constatou que haveria outros membros da organização criminosa com intensa atuação no Ceará que, juntamente com “Gegê do Mangue” e “Paca” teriam movimentado valores superiores a R$ 8 milhões, em bens móveis e imóveis, além da grande quantidade de dinheiro ilícito nas contas bancárias dos investigados e “laranjas”.

Lideranças

De acordo com nota da PF, “O enfrentamento ao tráfico de drogas e ao crime organizado por meio da desarticulação patrimonial, juntamente com a prisão de lideranças e a cooperação internacional, objetivam causar maior impacto no âmbito da segurança pública do que aquele causado somente pela apreensão de drogas.”

O nome da operação faz alusão à Terra de Node, onde Cain foi habitar após ser expulso do seio de sua família.

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by