Parlamentares querem prorrogar decreto de calamidade por mais três meses

Integrantes do Senado defendem a prorrogação do decreto legislativo que reconhece estado de calamidade pública no Brasil em decorrência da crise do coronavírus por mais três meses. O ato original vence em 31 de dezembro. Com a medida, seria possível se estender o auxílio emergencial concedido pelo governo federal até que o Planalto consiga achar uma solução para obter recursos que possam sustentar o Renda Cidadã, programa de renda mínima que pretende substituir o Bolsa Família. “Essa pandemia até o fim do ano não vai diminuir assim, e o decreto é o caminho”, disse o vice-líder do PSD no Senado, Vanderlan Cardoso (GO). As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Copyright © 2020, Gazeta do Povo.

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by