Ministro da Saúde prevê início da vacinação contra Covid-19 até o final de fevereiro

Em audiência na comissão da Câmara dos Deputados que acompanha o combate à pandemia, Pazuello não deu mais detalhes sobre o cronograma de vacinação.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nessa terça-feira que a expectativa mais otimista para o início da vacinação contra o novo coronavírus é o final de janeiro de 2021 e a mais pessimista, o final de fevereiro. A previsão foi feita na abertura da centésima e última audiência pública de 2020 da Comissão Externa da Câmara dos Deputados que acompanha as ações de combate à Covid-19.

Em rápida participação, o ministro não deu mais detalhes sobre o cronograma. Ele elogiou o trabalho da comissão externa, tanto no apoio às iniciativas do governo federal quanto na cobrança de providências.

Na audiência marcada para atualizar a situação da pandemia no País, a representante dos secretários municipais de saúde Maria da Conceição Rocha criticou a corrida individualizada de estados e municípios pelas vacinas e reiterou a importância de uma ação coordenada, liderada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI).

“Acho que isso garantirá acesso para todos os cidadãos, diminuirá as desigualdades. Então essa é uma grande preocupação dos municípios.”

Gustavo Sales/Câmara dos Deputados
Secretário-Geral do CONASS, Jurandi Frutuoso, participa de videoconferência
Jurandi alerta para a escassez de recursos

Orçamento
Para Jurandi Frutuoso, secretário-executivo do Conselho Nacional de Secretários estaduais de Saúde (Conass), haverá grandes dificuldades em 2021 por conta do Orçamento destinado para a área.

“A gente não vai poder, sem recursos extras, com um orçamento que tem um aumento de 1,1%, com esse aumento [de gastos] que está posto tanto pela pandemia quanto pela terceira onda, quanto pela quarta, que são os doentes de saúde mental, dar conta dessa resposta com esses parcos recursos que vão sobrar para o ano que vem”, alertou.

Durante a audiência pública, a relatora da comissão externa, deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC), agradeceu a participação de convidados, da equipe de funcionários e também da sociedade civil, além de homenagear os mais de 187 mil mortos pela pandemia no Brasil.

Gustavo Sales/Câmara dos Deputados
Deputado. Dr. Luiz Antonio Teixeira Jr. preside debate sobre o covid-19. Ele está sentado e fala ao microfone
Teixeira Jr.: preocupação com festas de fim de ano e novos contágios

SUS para todos
Já o coordenador da comissão, deputado Dr. Luiz Antonio Teixeira Jr. (PP-RJ), destacou a importância de que a imunização chegue a todos os brasileiros.

“Vamos continuar aqui, num bom enfrentamento, numa boa luta, na luta por um SUS justo, válido e, acima de tudo, equânime para todos. A vacina tem que ser para todos de forma igual para o nosso País e tenho certeza absoluta que essa será mais uma vitória da nossa comissão externa.”

O parlamentar se mostrou preocupado também com as aglomerações e possíveis novos contágios durante as festas de fim de ano.

Os trabalhos da comissão externa que acompanha as ações de combate ao coronavírus continuam em 2021.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by