Médicos aderem a novo tratamento para Covid-19 nos postos de saúde em Fortaleza, segundo prefeito

A terapia que indica o uso precoce de dois medicamentos foi recomendada pela Escola de Saúde Pública do Ceará.

Um novo tratamento para potenciais casos de Covid-19 atendidos em postos de saúde de Fortaleza vem sendo usado por médicos, de acordo com o prefeito Roberto Cláudio. A terapia combina o uso precoce do corticoide prednisona e do antibiótico azitromicina em pacientes a partir do quinto dia de sintomas – e que não precisem ser internados.

Para atestar a adesão, durante uma live transmitida pelo Facebook na tarde desta sexta-feira (15), o prefeito mostrou, através de gráficos, um aumento no número de comprimidos dispensados em farmácias dos postos de saúde da Capital. Entre os dias 20 e 24 de abril, antes da recomendação da terapia, a média de consumo de prednisona era de 31.215 comprimidos. Na última semana, a média aumentou para 117.841 compridos.

Ainda durante a live, Roberto Cláudio informou que Fortaleza terá 12 postos de saúde abertos durante o fim de semana, de 8h às 17h.

Coronavírus no Ceará

Chegou a 1.566 o número de pacientes mortos pela Covid-19 no Ceará. A quantidade foi confirmada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), através da plataforma IntegraSUS, em atualização feita às 18h15 desta sexta-feira (15). O informe indica 153 óbitos registrados nas últimas 24 horas, recorde negativo para o Estado. Os casos confirmados da doença subiram para 23.059. Ou seja, 569 a mais que o informado às 10h09 de hoje.

Fortaleza acumula 14.690 casos e 1.137 óbitos, sendo a cidade com maior circulação do novo coronavírus (Sars-CoV-2). Os municípios de Caucaia e Sobral vêm em seguida, com 836 e 532 casos, respectivamente.

DN

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by