Mais de 130 mil pessoas foram vacinadas contra a Covid-19 em Fortaleza

A Prefeitura de Fortaleza atualizou, na manhã desta terça-feira (02/03), o balanço da campanha de vacinação contra a Covid-19 na Capital. Até o momento, 130.274 pessoas foram contempladas com a primeira dose dos imunobiológicos disponíveis, dentre as quais 45.709 já receberam a segunda dose. Em transmissão ao vivo pelas redes sociais, a titular da Secretaria Municipal da Saúde, Ana Estela Leite, detalhou os indicadores.

Foto: Thiago Gaspar/ Prefeitura de Fortaleza
“Das mais de 130 mil pessoas contempladas com a primeira dose da vacina, 67.294 são trabalhadores da saúde e 62.746 são idosos acima de 75 anos, que vêm sendo vacinados em domicílio, nos drives de vacinação distribuídos pela Cidade e nas salas de acolhimento situadas nos Cucas. Até o momento, cerca de 15 mil idosos que optaram pela modalidade domiciliar já foram contemplados mediante agendamento”, informou.

Trabalhadores da saúde

O Centro de Eventos do Ceará segue acolhendo trabalhadores da saúde atuantes na linha de frente de combate à pandemia para a administração de primeiras e segundas doses das vacinas disponíveis.

“No Centro de Eventos do Ceará, nossos trabalhadores da saúde estão recebendo, mediante agendamento, as segundas doses da Coronavac em um intervalo de cerca de 28 dias. Além deles, profissionais recém-contratados para a linha de frente estão recebendo as primeiras doses e iniciando o processo de vacinação”, detalhou.

Drives de vacinação

Ao longo desta terça-feira, os drives de vacinação instalados no Centro de Eventos, no shopping RioMar Kennedy e na Arena Castelão seguem em operação para acolher idosos acima de 75 anos previamente agendados pela plataforma Vacine Já. Cada equipamento está preparado para realizar, mediante confirmação de agendamento, 800 atendimentos diários.

A exceção permanece direcionada a idosos acima de 90 anos. O público pertencente à faixa etária pode ser vacinado sem a necessidade de agendamento.

Para a efetivação do atendimento, devem ser apresentados documentos pessoais e comprovante de endereço situado em Fortaleza.

Salas de acolhimento

Para garantir a descentralização do serviço, as salas de acolhimento para a vacinação contra a Covid-19 instaladas nos Cucas seguem em pleno funcionamento. Nesta segunda-feira (01/03), a Prefeitura retomou os atendimentos nos equipamentos do Jangurussu e do Mondubim para receber idosos agendados e direcionados aos endereços. A partir desta quarta-feira (03/03), será retomada a vacinação nos Cucas do José Walter e da Barra do Ceará.

“A modalidade vem acolhendo idosos acima de 75 anos cadastrados pela plataforma Vacine Já ou pelas nossas equipes da atenção primária, que realizaram o agendamento daquelas pessoas digitalmente excluídas. Os bairros em que os Cucas estão situados, coincidentemente, concentram um expressivo aumento do número de casos da doença. Portanto, precisamos vacinar aqueles que residem nestes territórios mais vulneráveis”, alertou.

Vacinação domiciliar

Para contemplar os idosos que, no ato do cadastro, optaram pela modalidade domiciliar, a Prefeitura segue disponibilizando 70 equipes devidamente uniformizadas, identificadas por meio de crachás e paramentadas com todos os equipamentos de proteção individual necessários.

Os profissionais atuam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, cumprindo rotas estabelecidas a partir de critérios de priorização.

“Estamos cumprindo as diretrizes estabelecidas pelas autoridades de saúde, contemplando, de forma preferencial, idosos acamados, seguidos por aqueles com idade mais avançada”, lembrou.

As medidas observam, ainda, a situação epidemiológica dos territórios visitados, priorizando áreas fortemente acometidas por infecções pelo novo coronavírus.

Capacidade assistencial

Em virtude dos dados epidemiológicos e assistenciais vigentes, marcados pelo expressivo aumento do número de casos e de internações, a Secretaria Municipal da Saúde informa que os 116 postos de saúde da Capital estão preparados para acolher, das 7 às 19h, de segunda a sexta-feira, casos leves associados à síndrome gripal.

Pacientes sintomáticos serão avaliados e, conforme a necessidade, submetidos à realização de teste RT-PCR para diagnosticar a presença viral.

Já diante de sintomas mais graves, associados à falta de ar intensa ou à febre alta e persistente, pacientes devem se dirigir às Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Fortaleza, abertas de domingo a domingo, 24 horas por dia, que já contam com 170 leitos exclusivos para o tratamento da Covid-19.

A ampliação da capacidade assistencial do Município inclui, ainda, 60 leitos de terapia intensiva no Instituto Dr. José Frota, 62 novos leitos no Frotinha de Messejana, além da ampliação da assistência do Hospital da Mulher e da efetivação de leitos contratualizados no Hospital Fernandes Távora e no Sopai.

“Além dos 60 leitos de UTI já entregues no IJF, na próxima semana, entregaremos, no equipamento, outros 10 leitos de UTI e 20 de enfermaria”, antecipou.

A internação de pacientes infectados na rede hospitalar do Município vem sendo gerenciada pela Central de Regulação de Fortaleza.

Medidas sanitárias

A Prefeitura de Fortaleza aponta, ainda, que o cumprimento das orientações sanitárias previstas em decreto segue executando importante papel no controle da pandemia, a exemplo do distanciamento social, do uso de máscaras e da higienização adequada de mãos.

Dúvidas frequentes

Dúvidas frequentes relacionadas à campanha de vacinação em Fortaleza devem ser elucidadas por meio do telefone 156. O canal segue à disposição para a regularização de dados pessoais e eventuais mudanças na modalidade escolhida no ato do cadastro pelo site Vacine Já e pelo aplicativo Mais Saúde.

OE