Mães com Covid-19, com condições clínicas, podem amamentar seus bebês, afirma especialista

Hoje é celebrado o Dia Mundial de Doação de Leite Humano. Sobre a importância da data, o Revista Brasil conversou com Danielle Aparecidaengenheira de alimentos e Coordenadora da Rede Nacional de Bancos de Leite do Instituto Fernandes Figueira – RJ.

A engenheira falou sobre a amamentação, doação de leite e cuidados para evitar o contágio da Covid-19 no processo.

Ouça  entrevista no player abaixo:

Algumas lactantes que estavam na quarentena retornaram ao trabalho e voltaram  a doar. Segundo a especialista, por conta do coronavírus, o indice de redução nos estoques dos bancos de leite do Brasil foi de 5%.

Ela informou que as orientações sobre a forma de colher o leite foram intensificadas nessa época de pandemia.

Sobre os cuidados e segurança do leite doado, Danielle afirma que toda doadora  passa por exames   e  todo leite doado passa por uma processo de pasteurização, eliminando qualquer tipo de bactérias. Além disso ,  passa por um rigoroso controle de qualidade para chegar até uma UTI neonatal.

“Mesmo as mães que pegaram a Covid-19, se elas tiverem condições clínicas, podem seguir amamentando seus bebês”, ressalta.

Evidência científicas mostraram que o vírus não é transmissível pelo leite materno.

Revista Brasil vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 8h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional AM Rio, e às 6h (horário local) pela Rádio Nacional do Alto Solimões. Aos sábados, o programa vai ao ar às 8h pela rádio Nacional AM Brasília.

Agência Brasil

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by