Hospital Walter Cantídio desenvolve equipamentos de proteção para pacientes e profissionais

Colaboradores do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), da Universidade Federal do Ceará e da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), desenvolveram um equipamento de baixo custo que auxilia a proteção no atendimento a pacientes em procedimentos cirúrgicos e de intubação. A equipe que desenvolve a pesquisa é composta por cirurgiões, otorrinolaringologistas e equipes de enfermagem do Centro Cirúrgico e de Engenharia Clínica.

O chamado “Covid-Box” é uma caixa de aço inox que é colocada sobre o paciente, posteriormente recoberto com um campo plástico descartável. “É uma caixa transparente estéril. Por meio de aberturas laterais realizadas pelos próprios cirurgiões, é possível ter acesso ao campo cirúrgico. Dessa forma, tanto ergonomia como segurança são preservados”, explicou o cirurgião Márcio Studart, um dos integrantes da equipe.

Os pesquisadores do hospital apontam que uma das vantagens do dispositivo é a possibilidade de reutilização da parte metálica, o que reduziria custos. O otorrinolaringologista André Alencar, outro profissional à frente da pesquisa, acrescenta que foi realizado um estudo científico sobre o protótipo. “Nossa equipe redigiu um artigo que foi aceito pela revista Auris Nasus Larynx, importante periódico internacional na área de otorrinolaringologia e cirurgia de cabeça e pescoço”.

Com informações do Ministério da Educação

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by