Governo do Ceará investe R$ 247 milhões em programas sociais

O Governo do Ceará investiu R$ 247.813.347.31 milhões em programas sociais no ano passado. O investimento, feito por meio da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), busca melhorar a qualidade de vida dos cearenses, sobretudo dos segmentos socialmente vulnerabilizados.

“Um dos principais investimentos foi com a chamada Proteção Social Básica, setor que cuida da infância. Nesse setor, injetamos R$ 97.589.972,10 para a construção de areninhas, praças Mais Infância e brinquedopraças e para a transferência de renda, com o Cartão Mais Infância. Investimos também R$ 59.179.410,76 em programas de proteção e políticas voltadas para as mulheres em situação de violência e para as políticas públicos para os segmentos LGBT, igualdade racial, pessoa idosa e pessoacom deficiência”, ressalta a gestora.

É no investimento com a primeira infância que está o cuidado com Joana Gomes. Aos 33 anos, em sua segunda gravidez, Joana tem mais serenidade e empoderamento para lidar com o momento em que vive.Atendida pelo Criança Feliz, ela é mãe de Gabriel, um menino de 11 anos e sorriso largo, e ressalta a importância das oficinas oferecidas pelo programa. “Na minha primeira gravidez, eu me perdi muito. Agora tenho acesso a muitas informações sobre saúde, amamentação e tantos outros assuntos interessantes”, destaca.

Joana é artesã e sonha um dia cursar Direito. O primogênito exige dela uma atenção especial já que tem Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade. “Ele é estudioso e vem apresentando melhoras dia a dia. A luta é grande, mas a gente dá conta”, finaliza.

Assim como Joana, outras 17.267 gestantes foram assistidas pelo Programa Criança Feliz no ano passado. O programa beneficiou um total de 85.184 pessoas. “Vou ser mãe de uma menina agora e fico imaginando como será o futuro dela. Espero que haja mais respeito e, além de menos machismo, menos racismo também. Espero que tanto minha menina quanto meu menino possam viver num mundo com mais respeito no futuro”, frisa Joana, que é uma dentre tantas outros cearenses beneficiados com as políticas geridas pela SPS.

Além da proteção social básica e da garantia dos direitos humanos e da cidadania, os componentes da proteção social especial e da inclusão e desenvolvimento do trabalhador receberam consideráveis investimentos: R$ 27,2 milhões e R$ 29,2 milhões, respectivamente. O primeiro segmento trata do acolhimento a crianças e adolescentes, e idosos em situação de abandono e o segundo da capacitação profissional.

A titular da pasta, Socorro França, chama atenção para a diversidade e complexidade de políticas executadas na Secretaria. “Temos 14 políticas públicas que mostram uma diversidade de assuntos, mas que, ao mesmo tempo, se complementam”, destaca ela.

Fonte: Governo do Estado do Ceará

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by