Governo do Ceará entrega as duas últimas estações do VLT; serviço tem horário ampliado e continua em operação assistida

As duas últimas estações (Iate e Mucuripe) do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) Parangaba-Mucuripe foram entregues pelo Governo do Ceará na manhã desta quarta-feira (16). A partir de amanhã (17), o modal passa funcionar integralmente em seus 13,2 km de extensão e dez estações. Os trens cruzam a cidade em apenas 36 minutos, passando por 22 bairros. A viagem inaugural às duas novas plataformas contou com a presença do governador Camilo Santana, da vice-governadora Izolda Cela, do secretário da Infraestrutura do Ceará, Lucio Gomes, do presidente do Metrofor, Fernando Oliveira, e do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio.

Antes da inauguração dessas duas estações, o VLT já registrou uma média de 240 mil passageiros por mês. O governador destacou o ganho para a mobilidade na Capital e Região Metropolitana, através da integração com o Metrô de Fortaleza. “São 36 minutos da estação Iate até a Parangaba. Lá, é conectada à Linha Sul do Metrô e a ideia é integrar cada vez mais os sistemas do transporte público da capital cearense. É um sistema de transporte público urbano mais confortável, rápido, ágil e integrado”, disse.

As dez estações do VLT são: Parangaba, Montese, Vila União, Borges de Melo, São João do Tauape, Pontes Vieira, Antônio Sales, Papicu, Mucuripe e Iate.

Outra boa notícia anunciada por Camilo Santana é sobre o horário de funcionamento do serviço. “Vamos estender o horário. Vai ser de 5h30 até as 22h46, durante todo o dia, de segunda a sábado, e vai continuar funcionando gratuitamente de forma assistida à população até a gente poder fazer os ajustes finais para a operação comercial. É um equipamento que vai contribuir muito para a população de Fortaleza”, comentou.

Para o prefeito Roberto Cláudio, o ganho diário para a população é imenso com os investimentos que vêm sendo feitos em Fortaleza nas áreas de mobilidade urbana e transporte público. “É um avanço para Fortaleza, fazendo com que o cidadão possa economizar tempo e dinheiro. Isso é conforto para a vida do dia a dia da cidade. É importante destacar a integração do plano de mobilidade urbana. O Governo do Estado fazendo investimentos nas linhas ferroviárias com o metrô linhas Oeste e Sul, e o VLT funcionando agora integralmente. O Metrô Linha Leste em obra, expandindo cada vez mais. E a Prefeitura, por outro lado, trabalhando os BRTs, túneis, viadutos e o trânsito da cidade. Essa integração está trazendo benefícios inovadores que cidades mundo à fora utilizam e chegaram definitivamente à Fortaleza” ressaltou o gestor municipal.

Agilidade e economia

Antes mesmo de estar com suas 10 estações em operação, o VLT já vinha gerando benefícios e comodidade à população. Mônica Perote é moradora do bairro Papicu, em Fortaleza, e trabalha no Centro de Maracanaú. De segunda-feira a sábado ela diz ser usuária do serviço para trabalhar e não se arrepende de ter abandonado o carro pelo transporte público. “A experiência é muito boa e economizo bastante tempo. Como é muito distante, pego daqui (Estação do Papicu) para a Parangaba e de lá para o Maracanaú, através da integração com o Metrô”, relatou a cidadã, que antes demorava cerca de duas horas para chegar de carro ao emprego e hoje leva apenas 45 minutos.

O esposo de Mônica, Mardes Silva, também comemorou a inauguração das últimas duas estações. Além da serventia para o trabalho da esposa, a ampliação do itinerário vai ser útil também para outros momentos da família. “A gente, que mora nessa região do Papicu e tem acesso ao VLT, não precisa mais pegar o carro para ir à Beira Mar. A gente mora a apenas dois quarteirões da estação. Dá para vir até andando”, disse.

ASCOM

No Responses

  1. Pingback: http://lm360.us 09/10/2020
  2. Pingback: https://keflex.webbfenix.com/ 25/10/2020
Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by