Governador fiscaliza obra do Hospital Regional do Vale do Jaguaribe

O Hospital Regional do Vale do Jaguaribe (HRVJ) é um dos equipamentos mais aguardados para ser entregue à população jaguaribana. A espera está prestes a acabar. De acordo com dados da Superintendência de Obras Públicas (SOP), o percentual da obra é de cerca de 75%.

Na manhã desta segunda-feira (6), o governador Camilo Santana visitou o hospital e anunciou a inauguração para o segundo semestre de 2020. “A construtora nos deu a previsão de entregar até julho. Já estamos licitando os equipamentos para montar o hospital, que é quase o preço da obra”, apontou Camilo Santana.

Até o meio deste ano, de acordo com o governador, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) estará fazendo a seleção das pessoas que irão trabalhar no Hospital Regional do Vale do Jaguaribe. “Então a previsão é que, recebendo a estrutura física do hospital em julho, iniciaremos a instalação dos equipamentos e até o final do ano colocaremos para funcionar”.

Quando for inaugurado, o novo Hospital Regional terá 304 leitos, dos quais 236 de internação e 68 de apoio, e contará com 20 especialidades médicas e seis salas de centro cirúrgico. Acompanhado de prefeitos e lideranças políticas da região, o governador percorreu todos os corredores do hospital verificando o andamento da construção.

O equipamento dará cobertura à população de 532,3 mil habitantes dos 20 municípios da 5ª Macrorregião de Saúde do Ceará.

O secretário estadual da Saúde, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr. Cabeto) destacou que o HRVJ é um dos mais importantes equipamentos do Estado. “Ele vai compor a rede de hospitais regionais do Estado, onde tudo o que tiver maior complexidade será atendido” afirmou Dr. Cabeto, completando que a unidade é direcionada a atendimentos como politraumatismo, doentes com câncer, cardíacos e com AVC. “Haverá também o ensino e entendemos que há oportunidade desse hospital trazer indústrias de tecnologias ligadas à saúde para desenvolver essa região”.

Atualmente estão sendo finalizadas as instalações elétricas e hidráulicas, de estrutura para climatização e instalação de esquadrias (janelas, portas). A unidade de saúde está em construção às margens da BR-116, no entroncamento entre os municípios de Limoeiro do Norte, Russas e Morada Nova. O investimento é de mais de R$ 120 milhões para construção do equipamento.

O prefeito de Limoeiro do Norte, Zé Maria, avaliou que atualmente as prefeituras do Vale do Jaguaribe gastam valores altos para transportar, de ambulância, pacientes para Fortaleza em busca de atendimento especializado ou de urgência. “Não resta dúvida que esse hospital representa um alívio para as finanças dos municípios. E, acima disso, será um alívio para os doentes que serão atendidos rapidamente”. A construção do Hospital Regional já é, na visão do prefeito, um marco do Governo Camilo Santana na área da saúde.

Raimundo Bessa é prefeito de Quixeré, um dos municípios que serão atendidos pelo novo Hospital Regional. Ele afirma que a obra tem dimensão maior do que a estrutura feita e que pode ser vista à margem da BR-116. “É um grande feito nas áreas de saúde, economia e social. Os municípios vão desafogar economicamente e os pacientes, mais ainda, serão beneficiados. Aqui vai ter cirurgia atendendo a pessoas com fraturas que antes a gente mandava para Fortaleza”. Construir a unidade na rodovia federal foi, para o prefeito, a melhor das escolhas. “Foi muito bem pensado. Fica próximo para todos os municípios”, analisou o prefeito Bessa.

ASCOM

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by