GDF investirá R$ 10 milhões em tecnologias digitais contra a Covid-19

O GDF firmou, nesta terça-feira (5/5), convênio com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para o desenvolvimento de projetos digitais de saúde voltados para o tratamento, diagnóstica e prevenção da Covid-19. Serão investidos R$ 10 milhões na iniciativa.

As ferramentas que forem desenvolvidas — que incluem telemedicina e uso de tecnologias como a ealidade virtual — serão incorporadas ao dia-a-dia do sistema de saúde pública da capital, além do uso para combater a pandemia do novo coronavírus.

“Esse convênio vai possibilitar o desenvolvimento de soluções para enfrentamento da Covid-19. A ciência é a chave para combater a pandemia. Ao apoiar a plataforma de telemedicina, estamos criando condições para que os pacientes sejam atendimentos mais rapidamente pelo Samu e ajudará muito na gestão das filas e de diagnósticos”, destacou o secretário de Ciência e Tecnologia do DF, Gilvan Máximo.

O secretário de Saúde do DF, Francisco Araújo, destacou que o Instituto de Gestão Estratégica da Saúde do DF (IGES-DF) já utiliza ferramentas de telemedicina e defendeu as melhorias que a tecnologia traz. “Para o sistema de saúde, é muito importante no sentido de incluir as pessoas. O IGES já colocou a telemedicina em andamento e ajudou muito. Ao trazermos mais tecnologia estamos dando dignidade para as pessoas”, argumentou.

As dificuldades no enfrentamento à pandemia exigem ferramentas que tragam celeridade para combater a Covid-19, frisou a diretora da Fiocruz Brasília, Fabiana Damásio. “Essa parceria tem como objetivo desenvolver tecnologias para diagnóstico, tratamento e prevenção da Covid-19. Nós todos estamos envidando esforços para garantir que a tecnologia contribua nesse enfrentamento e vamos seguir também com a capacitação de profissionais”, acrescentou.

Fonte: CB

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by