Fortaleza, Sobral e Aracati adotam isolamento social mais rígido a partir desta sexta-feira, 08

Nesta sexta-feira, 08, três cidades cearenses passam a ter medidas mais rígidas quanto ao isolamento social: Sobral, na Região Norte do Estado; Aracati, no Litoral Leste; e a Capital, Fortaleza.

Apesar de começarem no mesmo dia, os decretos têm períodos de duração diferentes. O mais curto é o de Sobral, que vai até o dia 17 deste mês. Em seguida, Fortaleza, onde as medidas irão vigorar até o dia 20. O de maior extensão é o de Aracati, que seguirá até 22 de maio.

Cada publicação obedece as características do município específico, com medidas que serão aplicadas no intuito de conter o avanço do novo coronavírus, principalmente em Fortaleza, que possui 9.669 dos 13.888 casos confirmados de Covid-19 e 604 das 903 mortes causadas pela doença no Estado. Sobral possui 380 confirmações e 10 óbitos. Já Aracati registra 26 confirmações e 2 óbitos.

No geral, os decretos restringem a circulação de veículos particulares, com permissão para tráfego somente em situações necessárias. A medida também se aplica a população. Para ambos, caso a saída da residência não atenda nenhuma das disposições da publicação, a pessoa deve portar documento ou autorização subscrita para a excepcionalidade.

Em Sobral, o Mercado Público não funcionará de 09 a 17 de maio, as agências bancárias e mercantis terão horário específico de funcionamento e haverá intensa fiscalização nos bairros onde se concentram a maioria dos casos de Covid-19.

Assim como em Fortaleza, Sobral e Aracati também adotarão barreiras, para controlar a entrada e saída de veículos das cidades. Em Aracati, a exceção vale para a população flutuante domiciliada no município e em outro do Estado, desde que devidamente comprovada a residência em quaisquer das situações.

Confira os três decretos:

ARACATI – DECRETO 052/2020

FORTALEZA – DECRETO 14.663/2020

SOBRAL – DECRETO 2.418/2020

Fonte: Repórter Ceará (Foto: Reprodução/Rede Globo)

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by