Estabelecimentos da Capital vão fechar às 20 horas

O governador Camilo Santana anunciou, na noite de ontem, novas medidas de enfrentamento à covid-19 no Estado. Entre elas, o encerramento das atividades em estabelecimento comercial de serviços não essenciais às 20 horas em Fortaleza, que inclui comércio, shoppings, bares e restaurantes. O novo decreto já começa a valer a partir de hoje.

Às sextas-feiras, sábados e domingos, os restaurantes passam a funcionar até às 15 horas, atendendo somente para almoço. Até ontem, esse tipo de serviço estava disponível até às 22 horas. A recomendação é que os bares e restaurantes mantenham os serviços por delivery após novo horário estabelecido. De acordo com o governador, as novas medidas são necessárias para frear o aumento no número de casos confirmados e óbitos relacionados à covid-19 em todo o estado, principalmente em Fortaleza.

“Os números têm mostrado que nas últimas semanas tem havido um grande aumento no número de casos no Ceará e principalmente em Fortaleza. Nas últimas semanas, nestes últimos dias, aumentou a demanda por assistência à saúde, ou seja nas UPAs, emergências e internações, não só no sistema público, como privado”, afirmou Camilo Santana durante transmissão ao vivo pelas redes sociais.

Ainda no anúncio, o governador reforçou a importância da iniciação da vacina contra a covid-19, mas reiterou que ainda não há um calendário de vacinação nem mesmo uma previsão para que a população seja vacinada em massa. “Estamos fazendo isso porque o que tem aumentando os números de casos no Ceará são as festas e aglomerações. Esse apelo sempre tenho feito a população: a pandemia não acabou. É importante que cada um de nós possamos dar nossa contribuição, nosso objetivo é evitar atividades lúdicas, festas e aglomeraçẽos”, disse Camilo.

Surpresa
Em nota, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Ceará (Abrasel) disse que o anúncio causou uma surpresa para o setor de alimentação fora do lar. “A Abrasel considera esta medida um retorno à fase mais severa do lockdown, uma vez que o funcionamento até às 20 horas inviabiliza o serviço noturno dos estabelecimentos. Por ineficiência do Estado em criar medidas preventivas, em fiscalizar setores que descumprem as orientações sanitárias, o Governo lança a conta para o trabalhador pagar sozinho, sem nenhuma contrapartida que garanta a sobrevivência das empresas e empregos”, disse a nota.

Ainda segundo a Abrasel, há quase cinco meses, foi feito um pedido por meio judicial para que seja apresentado plano de retomada com critérios específicos para cada fase de reabertura. Ainda não foi respondido.
Carnaval

Após recomendar aos cearenses para não viajarem para outros municípios durante o que seria feriado de Carnaval, Camilo Santana informou que na sexta-feira (5) irá divulgar um novo decreto estadual com as novas regras para o Carnaval. Durante a transmissão, o governador reforçou que não haverá feriado para nenhuma atividade. Portanto, escolas, indústrias, comércio e setor público irão funcionar normalmente.

O Governo do Estado entrou com solicitação na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para controlar o fluxo de passageiros no Aeroporto de Fortaleza e exigir exame negativo para covid-19 aos turistas que desembarcam em Fortaleza.
Leitos

Outra medida anunciada, foi a ampliação do sistema de saúde. O governador garantiu que os leitos dos hospitais públicos do Estado e da Capital estão sendo ampliados, assim como as equipes médicas. Os hospitais de campanha também estarão funcionando para atender a população cearense.

O prefeito de Fortaleza, José Sarto, também participou do anúncio das novas medidas de enfrentamento à covid-19 e ressaltou o aumento de casos na cidade. “Os números também apontam aumento em relação aos óbitos. Há uma ou mais variantes do vírus em Fortaleza e isso demonstra nossa preocupação. Tudo que pudermos fazer, estamos fazendo”, disse.

OE

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by