Entenda o impacto da pandemia na vida de jovens das favelas do Rio

Em entrevista ao programa Revista RioVeruska Delfino, coordenadora de produção da organização Agência Redes para Juventude, falou sobre a pesquisa feita com jovens de famílias vulneráveis, em 40 favelas e conjuntos habitacionais das Zonas Norte e Oeste da cidade do Rio de Janeiro, regiões com os menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do município.

A instituição acompanha diretamente mil famílias e o estudo foi feito com 440 jovens, integrantes de um cadastro de apoio. “Essas famílias já tinham uma renda de até um salário mínimo e por conta da pandemia, por conta da falta do trabalho, nesse momento, para essas famílias, essa reda caiu mais da metade e isso despertou um olhar muito sério pra gente, foi pior do que a gente imaginava”, conta ela, durante a entrevista.

Ainda, segundo ela, a renda que restou a muitas dessas famílias é oriunda do apoio de organizações não governamentais, ou de pessoas que estão correndo risco trabalhando informalmente, geralmente dentro da própria comunidade.

Ouça a entrevista na íntegra clicando no player!

Revista Rio é transmitido de segunda a sexta-feira, das 11h ao meio-dia, ao vivo!

EBC