Em Fortaleza: confira situação da capital cearense no oitavo dia de paralisações

TRANSPORTE COLETIVO: NORMAL

Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus), a frota de ônibus de Fortaleza deve operar sem redução nesta segunda-feira, 28. d e acordo com Dimas Barreira, presidente do Sindiônibus, o abastecimento dos veículos foi garantido no último sábado e o atual volume de combustível estocado consegue atender à demanda.

TRANSPORTE INDIVIDUAL DE PASSAGEIROS – TÁXI: NORMAL

O presidente do Sindicato dos Taxistas do Estado do Ceará (Sinditaxi-CE), Vicente de Paula, assegura que a frota cearense de taxistas segue trabalhando normalmente. Fortaleza é composta por 4.886 táxis e aproximadamente 60% dos veículos são movidos a GNV (Gás Natural Veicular).

TRANSPORTE INDIVIDUAL DE PASSAGEIROS – APLICATIVOS: EM ATENÇÃO

Já Antônio Evangelista, presidente da Associação dos Motoristas Privados Individuais de Passageiros(Ampip-CE), que representam os aplicativos, afirmou que 40% dos motoristas de apps parou em Fortaleza.

TRANSPORTE INTERMUNICIPAL: EM ATENÇÃO

A empresa Guanabara reduziu os horários de ônibus.

TRANSPORTE AÉREO: EM ATENÇÃO

Segundo a Fraport, na tarde de ontem, mais quatro carretas com combustível chegaram ao terminal.

HOSPITAIS PARTICULARES: EM ATENÇÃO

Cirurgias eletivas remarcadas.

HOSPITAIS PÚBLICOS: NORMAL

Hospital de Messejana: de acordo com a assessoria, não há risco de desabastecimento de medicamentos e insumos. Atendimentos seguem normais.

UPAs: aguardando levantamento.

HGF: de acordo com a assessoria, não há risco de desabastecimento de medicamentos e insumos. Atendimentos seguem normais.

IJF: de acordo com a assessoria, não há risco de desabastecimento de medicamentos e insumos. Atendimentos seguem normais.

Segundo o governo, a Secretaria da Saúde do Ceará continua adotando todas as medidas para evitar transtornos na prestação de serviços ao público e, até o momento, não registrou nenhum tipo de alteração no atendimento das unidades da rede de saúde do Estado.

FARMÁCIAS: EM ATENÇÃO

Sindicato indica falta de medicamentos.

SEGURANÇA PÚBLICA MUNICIPAL: NORMAL

Serviço “segue normal”, diz prefeitura.

SEGURANÇA PÚBLICA ESTADUAL: NORMAL

Segundo o governo, prossegue nesta segunda-feira (28) a operação coordenada pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), desde o início do movimento dos caminhoneiros, para manter o abastecimento dos postos de combustíveis, garagens de empresas de ônibus – o que garantiu que o transporte público não fosse afetado na Capital e na Região Metropolitana –, além do Aeroporto Internacional Pinto Martins. O efetivo reforçado da Polícia Rodoviária Estadual acompanha o movimento nas estradas cearenses, que não apresentam obstruções nas CEs, no momento.

Nesta manhã, operações de escolta garantiram o deslocamento de caminhões-tanque para o Aeroporto Internacional Pinto Martins. A distribuição de combustível a partir distribuidoras em Fortaleza e no Cariri segue o cronograma do Sindipostos.

Desde o início do movimento, há uma semana, os policiais já realizaram 210 escoltas de caminhões, além de trabalharem na desobstrução de estradas no Ceará. Uma central de monitoramento, sediada na SSPDS, foi instituída por determinação do Gabinete do Governador. Os serviços de emergência do Ceará, que utilizam veículos para operar, como ambulâncias, viaturas policiais e do Corpo de Bombeiros, não sofreram qualquer interrupção.

EDUCAÇÃO ESTADUAL – ESCOLAS: NORMAL

As escolas públicas da rede estadual, localizadas na Capital e no Interior, estão em funcionamento normal.

EDUCAÇÃO ESTADUAL – UNIVERSIDADES: NORMAL

As aulas da Universidade Estadual do Ceará (Uece), na Capital, seguem sem alterações. Em caráter preventivo, as aulas dos campi da Uece no Interior no foram suspensas, mantendo abertas as unidades para o desenvolvimento das suas atividades administrativas. Nesta segunda-feira (28), a Reitoria institui, em conjunto com os diretores das unidades do interior, uma mesa de avaliação permanente para definir, a cada dia, a permanência da suspensão. A medida foi tomada para evitar prejuízo aos alunos que dependem do transporte público no interior.

CEASA: PARALISADO
A Centrais de Abastecimento do Ceará (Ceasa) toma as providências para oferecer os produtos aos consumidores, com o abastecimento de produtos hortifrutigranjeiros sendo assegurado com aquisição de produtores do Ceará.

TELECOMUNICAÇÕES: EM ATENÇÃO

Manutenções sujeitas a remarcações.

SAIBA MAIS

Durante a noite de domingo, 27, o presidente Michel Temer anunciou seis medidas em resposta às reivindicações dos caminhoneiros. Confira:

1) Redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel. Isso corresponde aos valores do PIS/Cofins e da Cide, somados. De acordo com Temer, o governo irá cortar do orçamento, sem prejuízo para a Petrobras;

2) A garantia de congelamento do preço do diesel por 60 dias. Depois disso, o reajuste será mensal, de 30 em 30 dias;

3) Medida Provisória para a isenção de eixo suspenso em praças de pedágios, tanto em rodovias federais, como nacionais;

4) Estabelecimento de uma tabela mínima de frete, conforme previsto no PL 121, em análise no Congresso;

5) Garantia de que não haverá reoneração de folha de pagamento no setor de transporte de carga;

6) A reserva de 30% do transporte da carga da Conab para motoristas autônomos.

E o que dizem os caminhoneiros após novo anúncio do governo?

Sindicon-CE

Em entrevista ao Jornal O Estado, o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários Autonomos de Cargas e Bens de Fortaleza e Regiões Metropolitanas, Vale do Acaraú e Cariri no Estado do Ceará (Sindicon-CE) afirma que “a proposta é inviável e sem o menor nexo”. O presidente do Sindicon-CE, Eugênio Soares, afirma ainda esta não é mais só uma luta pelo preço do combustível menor do diesel. Mas sim por toda uma nação que usa os outros tipos de combustíveis e que estão na mesma luta em forma de apoio.

Para Eugênio, “a Petrobras está fazendo pouco caso da situação e a categoria (os caminhoneiros) não está nem precisando ser estimulada pelo sindicato, ou seja, é uma paralisação é espontânea”, afirma. Precisamos que seja dada uma resposta bem mais satisfatória do que a que eles vem dando e sem ser em caráter provisório.

O presidente do Sindicato, no Ceará, reafirma que na paralisação não há um comando. Ou seja, a categoria de base (caminhoneiro) não está atendendo aos comandos dos sindicatos. “Nossa atuação é apenas na orientação jurídica da situação e em como a greve deve continuar dentro da Lei”, afirma.

Veja também:

 

atualizado por Daniel Negreiros
negreiros@oestadoce.com.br

No Responses

  1. Pingback: vip taxi london 31/05/2020
  2. Pingback: reviews 24/06/2020
  3. Pingback: omega golf watch replica 24/07/2020
  4. Pingback: DNS Tools 04/08/2020
  5. Pingback: paito sgp lengkap 19/08/2020
  6. Pingback: hotels near Victoria Station 24/08/2020
  7. Pingback: Bitcoin Loophole Review 22/09/2020
  8. Pingback: blazing trader review 29/09/2020
  9. Pingback: immediate edge review 29/09/2020
  10. Pingback: bitcoin investment uae 30/09/2020
  11. Pingback: murtiwoodfloors.com 20/10/2020
Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by