Deputado do Centrão aliado de Bolsonaro é envolvido em esquema de corrupção de R$ 190 milhões

O deputado federal Sebastião de Oliveira (PL-PE) está entre os alvos da segunda fase da Operação Outline, desencadeada na manhã desta sexta, 8, para apurar desvios em contrato de R$ 190 milhões para requalificação da BR-101, no trecho do Contorno Viário da Região Metropolitana de Recife.

O primeiro deputado do ‘Centrão’ a emplacar um nome no governo Bolsonaro – no comando do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), autarquia com orçamento de R$ 1 bilhão neste ano – tem três endereços vasculhados pela PF: seu imóvel funcional em Brasília e ainda residências em Recife e em Gravatá, em Pernambuco. Sebastião Oliveira foi Secretário de Transportes do Pernambuco entre 2015 e 2018. Em coletiva, o delegado Daniel Silvestre indicou que as irregularidades mais ‘contundentes’ na execução da obra investigada, com evidências de pagamento de propina, foram identificadas entre 2017 e 2018.

O Estadão 

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by