Criminalidade em alta da Grande Fortaleza obriga SSPDS a adotar medidas emergenciais

Em Caucaia, a segurança recebeu o reforço de 100 PMs para conter a guerra de facções.

A Grande Fortaleza, que inclui a Capital e mais 18 municípios metropolitanos, registrou nos primeiros 13 dias de fevereiro uma onda acentuada de mortes violentas causadas, principalmente, pela guerra entre facções. No período, foram registrados 71 assassinatos. A matança de integrantes de grupos criminosos rivais atingiu, especialmente, Fortaleza, Caucaia e Maracanaú, que, juntas, somaram 50 mortes. 
As medidas, por enquanto, ainda não surtiram o efeito desejado  pelas cúpulas da SSPDS e da Polícia Militar. Em Caucaia, por exemplo, as execuções sumárias continuam a desafiar as autoridades. A média nestes registrada naquele Município metropolitano nos 13 primeiros dias de fevereiro foi de um homicídio a cada 24 horas, ou seja, um morto por dia.
CN7

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by