Criando Oportunidades: alunos do projeto concluem curso em meio à pandemia

A pandemia não paralisou o projeto Criando Oportunidades, que encerrou mais um ciclo nesta quarta-feira (1º), com a conclusão da primeira turma parcialmente online do curso de Assistente Administrativo. “Na minha área de trabalho a gente se depara com serviços administrativos. Quando soube do curso, pensei que seria uma oportunidade de me aprimorar, além de poder acompanhar minha filha nesse processo de aprendizagem e de troca de conhecimentos. Iniciamos o curso com aulas presenciais e, por conta da Covid-19, tivemos que nos adaptar à plataforma digital, o que acabou sendo positivo em relação ao transporte, por exemplo, e eu confesso que me surpreendi com o resultado”, explica Maciel Silva (39), que atua como técnico de segurança do trabalho e concluiu o curso junto a outros 13 alunos.

Coordenado pela Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), o projeto oferta cursos de qualificação social e profissional para mulheres chefes de família, cadastradas no CadÚnico, trabalhadores em busca de emprego e grupos socialmente vulneráveis. Para Katielle Oliveira (26), o curso é uma ponte para adentrar no mercado de trabalho. “Eu estava morando no Passaré, mas devido à pandemia e os aluguéis caros nós precisamos vir para o interior, onde podemos contar com a ajuda da família até podermos voltar para a cidade”, explica a aluna, que está no município de Apuiarés e conseguiu concluir o curso à distância. “Eu fico pensando que se não fossem as aulas online eu poderia nem ter conseguido terminar meu curso. Hoje é um dia de comemoração para mim porque consegui com muita dificuldade ir até o final dessa capacitação e sei que logo, logo vou voltar a trabalhar,” completa Katielle Oliveira.

A titular da SPS, Socorro França, participou do encerramento do curso e ressaltou a importância da capacitação como instrumento de emancipação dos alunos não só como profissionais mas também como cidadãos. “Eu acredito no conhecimento como ferramenta de transformação e sei que todos eles estão saindo desse curso preparados para entrar no mercado de trabalho. Parabenizo a cada um dos alunos que dedicou tempo para aprender e se aprimorar nos nossos cursos. Nossa alegria hoje é poder assistir o voo deles na busca pelo que desejam”, frisa a gestora.

“Nós precisamos encontrar alternativas para seguir em frente e foi o que fizemos. Entramos de cabeça nesse desafio das aulas online e tem dado muito certo”, conta a coordenadora de Inclusão Social da SPS, Robertha Arrais. “Temos nos articulado com nossos parceiros para repensar os próximos cursos e ver como será a logística para que os alunos sigam com acesso às capacitações que ofertamos. Estamos muito atentos ao comportamento do mercado de trabalho no período pós-pandemia, tentando entender quais áreas serão mais solicitadas e a partir daí vamos redesenhando as políticas públicas e levando inclusão e profissionalização para o povo cearense”, destaca a coordenadora.

O curso executado em parceria com o Instituto Maria da Hora teve carga horária de 100h. As aulas presenciais que aconteciam no Cras Castelão foram suspensas no dia 18 de março e retomadas no dia 22 de junho no formato online, através da plataforma Google Meet.

ASCOM

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by