Companhia de Bombeiros da AL reforça cuidados no uso do álcool em gel

A higienização das mãos com o uso de álcool em gel a 70% é um dos mecanismos de combate ao novo coronavírus, mas a sua utilização exige cautela, para que sejam evitadas queimaduras. A 7ª Companhia do 1º Batalhão de Bombeiros Militar da Assembleia Legislativa recomenda que seja evitado utilizar o produto no ambiente doméstico, para prevenir acidentes.

Segundo a primeiro-tenente Samara Dantas, em casa, o álcool em gel pode ser substituído por água e sabão no momento da higienização. “Em caso de necessidade de uso, o ideal é mantê-lo distante de locais onde possa haver a possibilidade de aquecimento, como a cozinha e o fogão, pois o produto é altamente inflamável perto de chama”, aponta a primeiro-tenente.

Ainda segundo ela, é importante adotar cuidados também no momento de higienizar produtos no retorno do supermercado.

De acordo com Samara Dantas, convém checar se não há ninguém cozinhando na hora e garantir que a boca do fogão não esteja ligada. “O álcool tem sido o nosso aliado nesse combate ao novo coronavírus, mas é preciso cuidado para evitar acidentes”, enfatiza. Também é reforçada a necessidade de armazenar o produto em local arejado e em temperatura ambiente, além de longe do alcance de crianças.

Sobre a compra do produto, a Companhia de Bombeiros da Casa indica a procura em farmácias ou estabelecimentos comerciais, no sentido de evitar adquirir um álcool falsificado.

No caso de acontecerem queimaduras, Samara Dantas explica que o ideal é colocar a superfície queimada em água corrente por pelo menos 15 minutos.

“Em casos mais graves, que geram bolhas e dor, ou se atingirem regiões como rosto, mão, pés e vias aéreas superiores, a recomendação é ir ao pronto-socorro para que sejam feitos os procedimentos necessários”, pontua.

Fonte: AL

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by