Camilo Santana recomenda fechamento do comércio

O Governo do Ceará anunciou, ontem, mais uma série de medidas de enfrentamento à pandemia causada com o coronavírus. Na rede social, Camilo Santana, gravou um vídeo ao vivo para comentar as ações, entre elas, ele pediu aos comerciantes que fechem as portas pelos próximos quatro dias. O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL), Assis Cavalcante, salientou que se a orientação do Governo é fechar, o comércio vai fechar.


O fechamento, conforme solicitado pelo governador, deve começar hoje, que é feriado de São José no Estado, e seguir até domingo. Camilo reiterou que a medida mais eficaz contra o avanço do novo vírus é o isolamento social. “A minha recomendação, e meu pedido e apelo, é que todos permaneçam em casa nos próximos quatro dias, que o comércio não funcione, as academias não funcionem, as escolas já estão suspensas, mas que todos procurem evitar sair de casa, sai somente em extrema urgência”, declarou.


Na última terça-feira (17), após confirmação dos primeiros casos positivos de Covid-19 no Ceará, as ruas do Centro estavam mais vazias que habitualmente, ontem, no entanto, havia mais movimento em alguns pontos. O presidente da CDL de Fortaleza afirmou que o comércio já está vendendo bem menos, que ainda não é possível avaliar a extensão do impacto que o coronavírus têm causado e ainda vai causar no comércio e na economia cearense com um todo. “Não sabemos a extensão disso, nem tampouco o poder constituinte”, disse.
Assis Cavalcante admitiu que o cenário atuou deixou todo o setor sem norte. “Na verdade, todos nós estamos sem norte, essa é a grande verdade. Nosso objetivo é que temos que manter os empregos e ter cuidados com nosso empregados e consumidores, a orientação da CDL é essa”, frisou.
Ele reforçou que o comércio se direciona para manter os empregos e cuidar da população.“Os lojistas estão preocupados, estão disponibilizando álcool em gel, evitando aproximação, limpando os equipamentos, tudo isso para que a gente mitigue o avanço do vírus”, concluiu.

Higienização
Em nota, Cid Alves, presidente do Sindicato do Comércio Varejista e Lojistas de Fortaleza (Sindilojas) e Sindimac, informou aos clientes e lojistas que estão orientando a todos os lojistas para disponibilizar álcool em gel, lavatórios com água e sabão e orientando os funcionários a manter uma distância mínima de 1,5 metro.
Também estão sendo dispensados os funcionários gripados, febris, portadores de processos de tosse, espirros, mal estar estomacal e intestinal, dores no corpo, idosos com idade igual ou maior de 60 anos, assim como como grávidas, lactantes, portadores de asma e problemas pulmonares. “Além disso, devem manter banheiros limpos com sanitários e mictórios impecáveis, acessórios para alimentos separados individualmente como talheres, pratos, copos e guardanapos descartáveis. Evitar reutilizar objetos sem estarem bem lavados, cumprimentos com beijo, aperto de mão, abraço, conversar muito próximo”, afirma.

Entrega em domicílio
A orientação de Cid Alvez é que os consumidores optem por fazer compras por telefone com entrega em domicílio. “Sugere-se que cada lojista decida com seus trabalhadores de forma segura e responsável o melhor horário de funcionamento dos seus estabelecimentos que poderão permanecer os mesmos, vez que o mais importante é não entrar em pânico, não ter medo, não ser negativista e, sim, se comportar com realismo maduro seguindo a risca todas as orientações da OMS (Organização Mundial de Saúde) e do Ministério Público do Trabalho do Ceará (MPT/CE)”, disse.

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by