Câmara Municipal define protocolo para retomada das atividades legislativas

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Fortaleza recebeu o coordenador de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o epidemiologista Antônio Lima, mais conhecido como Tanta, para definir o plano de retomada das atividades presenciais da Casa. Na reunião, foi decidido que as sessões plenárias voltarão a acontecer a partir do dia 3.08.

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Fortaleza recebeu o coordenador de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o epidemiologista Antônio Lima, mais conhecido como Tanta, para definir o plano de retomada das atividades presenciais da Casa.

Na reunião, foi decidido que as sessões plenárias voltarão a acontecer a partir do dia 3 de agosto, mas com número reduzido de parlamentares no plenário. Também será permitida a participação remota dos vereadores, assim como de outros servidores. O trabalho remoto deve permanecer nos setores onde é possível, mesmo depois dessa data.

Mesa Diretora - Mateus Dantas
Reunião da Mesa Diretora com a SMS – Foto: Mateus Dantas

Também foram definidos alguns protocolos para o funcionamento da Casa, com o objetivo de garantir a segurança dos parlamentares, servidores e da população. Apenas três assessores poderão adentrar os gabinetes dos parlamentares. Visitas do público aos gabinetes poderão ocorrer apenas 15 dias depois da retomada. A Mesa Diretora avaliará índices de casos e mortes por Covid-19 em Fortaleza antes de liberar as visitas.

Audiências públicas e solenidades estão previstas para voltar a acontecer a partir de setembro, também dependendo de prévia avaliação.

O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Antônio Henrique (PDT), entende que a retomada das atividades da Casa deve seguir os protocolos para ocorrer de forma responsável, preservando a integridade e a segurança de todos.

Mesa Diretora - Mateus Dantas

“A participação do especialista foi fundamental para que pudéssemos ter cautela nas determinações do pleno funcionamento da Câmara Municipal de Fortaleza. Podemos retroceder, se necessário, mas esperamos que só haja avanço. Estamos tendo todos os cuidados para que o retorno seja feito da melhor maneira possível”, afirmou.

O diretor-geral da Câmara Municipal, André Machado, reforça que a Casa se preparou para a retomada de maneira cuidadosa. “Aproveitamos para fazer marcação da comunicação visual do piso e paredes com instruções para as pessoas, aquisição de máscaras, álcool em gel, termômetro e testes rápidos para permitir que façamos o retorno gradual, mas sempre seguro, tanto para quem trabalha, quanto quem vem futuramente visitar”, acrescentou.

Os testes deverão ser iniciados em agosto, quando acontecerá o retorno das atividades presenciais. A ideia é conhecer o histórico das pessoas que irão frequentar a Casa para poder dar maior segurança no trabalho.

Mesa Diretora - Mateus Dantas

Na ocasião, Tanta enfatizou a iniciativa da Câmara Municipal de retomar as atividades, levando em conta protocolos de segurança. “O momento que vivemos exige que a construção do plano de retomada seja feita com muita segurança e serenidade. Fortaleza está um pouco mais confortável, tem uma redução consistente de casos e mortes por Covid-19, além da capacidade assistencial maior”, considera.

ASCOM-CMFOR

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by