Brasil pode ser recordista por coronavírus no mundo, com mil mortes por dia, diz Mandetta

Em entrevista na CNN nesta quarta-feira, 13, o ex-ministro da Saúde,  Henrique Mandetta afirmou que o Brasil pode passa de 1.000 mortes por dia do coronavírus. Segundo ele,  isso levaria o País ao patamar de maior do mundo em doença.

Mandetta aproveitou para criticar o presidente da República por defender a volta da população ao trabalho em meio à pandemia.

“Ele fez o que ele quis fazer, mas a história vai dizer quem estava errado e quem estava certo”, disse Mandetta sobre Bolsonaro.

O ex-ministro disse que, em uma escala de zero a dez, está “preocupado no nível dez” com a evolução do novo coronavírus no Brasil. 

“Os números falam por si só. Nós temos subido e subido no número de mortos, e provavelmente nessa semana ou na próxima teremos mil mortes por dia”, disse. 

Até a noite de terça-feira (12), o Ministério da Saúde tinha registrado 12.400 pessoas mortas por Covid-19 no Brasil e 177.589 casos confirmados da doença.

Fonte: CNN

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by