Bolsonaro cancela declaração após discussão com governadores

Depois de uma reunião tensa com os governadores da Região Sudeste, o Palácio do Planalto cancelou uma declaração prevista do presidente Jair Bolsonaro, seguida de entrevista coletiva com ministros, nesta quarta-feira.
Segundo a assessoria de imprensa do Planalto, Bolsonaro continua reunido com seus ministros e a entrevista será marcada para algum outro momento.

O Planalto havia informado mais cedo sobre um “breve pronunciamento” de Bolsonaro depois do encontro virtual com os governadores, e chegou a convocar os jornalistas pouco depois do meio-dia, mas logo depois avisou sobre o cancelamento.

A conferência com os governadores do Sudeste começou pouco depois de 9h e durou mais de duas horas. No encontro, Bolsonaro travou um embate duro com o governador de São Paulo, João Doria, um dos alvos principais das críticas do presidente às medidas dos governadores para combater ao coronavírus. 

Mais cedo, em entrevista a jornalistas na saída do Palácio da Alvorada, Bolsonaro acusou Doria e o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, de fazerem demagogia em relação à pandemia de coronavírus.

“Alguns poucos governadores, não são poucos –em especial Rio e São Paulo– estão fazendo uma demagogia barata em cima disso. Para esconder outros problemas, se colocam junto à mídia como os salvadores da pátria”, afirmou.

O presidente já havia criticado na véspera, em pronunciamento à nação, as medidas de restrição à circulação de pessoas e o fechamento de negócios, minimizando a pandemia de coronavírus e contrariando recomendações do próprio Ministério da Saúde.

Fonte: Terra

Participe, envie sua notícia direto para o nosso Whatsapp.
Powered by